O Produto Interno Bruto (PIB) do transporte cresceu 3,6% em volume de serviços no primeiro trimestre de 2021 em relação ao trimestre imediatamente anterior. Este desempenho está acima do registrado pela economia brasileira, que também teve alta de 1,2%, em relação ao mesmo período. A constatação faz parte do Radar CNT do Transporte, divulgado pela Confederação Nacional do Transporte, nesta quarta-feira (02/06), a partir de indicadores publicados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O transporte também superou o crescimento nacional na comparação entre o primeiro trimestre de 2021 com o mesmo período do ano passado. Levando em conta essa comparação, o setor cresceu 1,3% enquanto o crescimento nacional foi de 1,0%. Além de mostrar a situação econômica do país, o PIB possibilita análises sobre a trajetória de crescimento das economias mundiais, a abertura de desempenho dos setores produtivos e também o valor produzido de bens e serviços.

O desempenho do PIB em geral veio acima das expectativas dos analistas de mercado, que chegaram a projetar resultados de contração, relacionados ao recrudescimento da pandemia no Brasil. “A retomada de crescimento passa, necessariamente, pela atuação e desempenho das empresas de transporte, que têm um papel estratégico no desenvolvimento e é essencial para um bom resultado do PIB nacional”, avalia o presidente da CNT, Vander Costa.

Corroborando o crescimento do PIB, o mercado de trabalho no setor de transporte fechou o primeiro trimestre com saldo positivo de empregos. É o caso, por exemplo, do transporte rodoviário de cargas (TRC) que, no acumulado de janeiro a março de 2021, apresenta um saldo de +33.964 empregos formais no intervalo desses três meses.

Confira os detalhes no Radar CNT do Transporte

CNT - Confederação Nacional do Transporte

SAUS Q.1 - Bloco J - Entradas 10 e 20
Ed. Clésio Andrade - CEP: 70070-944 - Brasília - DF
Fale Conosco: (61) 2196 5700

©2021 - Confederação Nacional do Transporte