A demanda geral pelo transporte rodoviário de cargas experimentou uma retração de 41,23% entre 11 e 17 de maio, tendo como parâmetros as estimativas pré-pandemia. O dado faz parte da Pesquisa de Impacto do Coronavírus no TRC, realizada semanalmente pela NTC&Logística (Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística). O levantamento de longo prazo teve início em 16 de março e fornece retratos instantâneos da crise desencadeada pelo novo coronavírus.

Nessa nona rodada, verifica-se que a demanda de cargas fracionadas (de pequenos volumes) encolheu 39,95% no período. Já as cargas lotação ou fechadas, que ocupam toda a capacidade dos veículos, oscilaram -41,99%. O percentual de empresas que tiveram queda no faturamento foi o mais elevado da série: 91%. Os números mostram que o setor continua fragilizado pela crise sanitária.

CNT - Confederação Nacional do Transporte

SAUS Q.1 - Bloco J - Entradas 10 e 20
Ed. Clésio Andrade - CEP: 70070-944 - Brasília - DF
Fale Conosco: (61) 2196 5700

© 2019 - Confederação Nacional do Transporte