Em resposta à pandemia da covid-19, as empresas aéreas brasileiras estão reforçando os procedimentos de segurança sanitária. Uso generalizado de máscaras, aferição da temperatura corporal e check-in por QR Code são algumas das novidades em prol de uma viagem mais segura e saudável. 

A Azul Linhas Aéreas adotou o uso obrigatório de máscaras e será a primeira aérea do país a medir a temperatura dos seus tripulantes. Os termômetros estão sendo distribuídos nesta semana. A aferição será feita antes de cada turno, sem que haja contato físico entre as pessoas. A Azul também passou a disponibilizar álcool em gel nas aeronaves, além de lenços desinfetantes. A empresa frisa que todos os seus aviões vêm equipados com filtros HEPA, o mesmo usado em centros cirúrgicos, capaz de eliminar 99,99% das impurezas do ar.

Já a Gol Linhas Aéreas vem usando seus canais de comunicação para orientar os passageiros sobre a melhor forma de produção de máscaras caseiras não cirúrgicas. De acordo com a empresa, 90% das pessoas que embarcam na companhia usam máscaras. A empresa também vem adotando padrões de sanitização e confirma que suas aeronaves possuem filtros HEPA. A companhia adotou uma rotina de limpeza noturna, com o uso de desinfetante de grau hospitalar para as galerias de serviço e todas as áreas de uso intenso na cabine, incluindo a dos pilotos. Além disso, a empresa fornece, diariamente, luvas e máscaras para os seus colaboradores.

A Gol orienta que os clientes façam check-in pelo site da empresa ou pelo aplicativo de smartphone, a fim de evitar contato com os totens de autoatendimento nos aeroportos, que já foram desligados. Esses equipamentos receberam QR Codes, que direcionam os passageiros para o app da empresa.

A Latam, por sua vez, tem investido em melhorias nos processos de embarque e desembarque, de modo a evitar aglomerações. Sempre que possível, a empresa está deixando o assento do meio livre, promovendo uma maior distância entre os passageiros. A empresa também instituiu o uso de máscaras para todos os tripulantes – e para passageiros com sintomas. Outra ação foi a simplificação dos serviços de alimentação para reduzir o manuseio de itens e as interações humanas.

Nesse mesmo sentido, a Latam passou a realizar a entrega de itens de descanso apenas se houver solicitação do passageiro. Desde 11 de maio, o uso de máscara é obrigatório em todos os voos da empresa. Cada passageiro deverá levar sua própria máscara, podendo ser cirúrgicas ou artesanais, desde que cubram a boca e o nariz por completo.

CNT - Confederação Nacional do Transporte

SAUS Q.1 - Bloco J - Entradas 10 e 20
Ed. Clésio Andrade - CEP: 70070-944 - Brasília - DF
Fale Conosco: (61) 2196 5700

© 2019 - Confederação Nacional do Transporte