Motoristas e cobradores de ônibus que atuam na cidade do Rio de Janeiro já podem tomar a primeira dose da vacina contra a covid-19 a partir desta segunda-feira (26). Para ter acesso, os profissionais devem estar na ativa e apresentar os três últimos contracheques comprovando vínculo com a profissão e local de trabalho ou declaração assinada do estabelecimento em que atuam, que ficará retida na unidade de saúde. O comparecimento ao posto de vacinação deve respeitar o escalonamento de idade e gênero.

Grupo prioritário

Atendendo a pedido da CNT, o governo federal incluiu, em janeiro, segmentos dos profissionais do transporte no grupo prioritário da campanha nacional de vacinação contra a covid-19. Estão no grupo prioritário os caminhoneiros; portuários, incluindo trabalhadores da área administrativa; empregados das companhias aéreas nacionais (aeronautas e aeroviários); empregados de empresas metroferroviárias de passageiros e de cargas; empregados de empresas brasileiras de navegação; e motoristas e cobradores do transporte coletivo rodoviário de passageiros, incluídos os motoristas de longo curso.

No último dia 20, o governo de São Paulo também anunciou a inclusão de cerca de 175 mil trabalhadores do setor de transporte nos novos públicos da campanha da vacinação contra a covid-19, a partir de maio. No dia 11/5, terá início a imunização dos trabalhadores do Metrô e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), das áreas de segurança, manutenção, limpeza; dos agentes de estação na linha de frente com 47 anos ou mais; além de operadores de trem de todas as idades. Já no dia 18, os motoristas e cobradores de ônibus do transporte coletivo municipal e intermunicipal poderão começar a receber a primeira dose. Quem faz parte dos públicos-alvo da campanha pode realizar um pré-cadastro no site Vacina Já. 

Imunização contra a gripe

A CNT também atuou para que trabalhadores do transporte fossem incluídos na campanha nacional de imunização contra o vírus da influenza, causador da gripe. Em virtude do número de doses disponíveis, o ministério atendeu ao pedido parcialmente e contemplou caminhoneiros, motoristas e cobradores do transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso e trabalhadores portuários. Esses profissionais estão na terceira etapa da campanha, que será realizada entre os dias 9 de junho e 9 de julho. A Confederação continuará atuando junto à pasta, para serem incluídos os demais segmentos de trabalhadores.


CNT - Confederação Nacional do Transporte

SAUS Q.1 - Bloco J - Entradas 10 e 20
Ed. Clésio Andrade - CEP: 70070-944 - Brasília - DF
Fale Conosco: (61) 2196 5700

©2021 - Confederação Nacional do Transporte