O dia 18 de maio marca a data nacional de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes. A proposta é sensibilizar, informar e engajar toda a sociedade na luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes. O SEST SENAT, desde 2004, faz parte dessa mobilização, com ações voltadas à conscientização sobre o tema.

Em 2017, a atuação do SEST SENAT ganhou um reforço especial: a Childhood Brasil, instituição que participa da World Childhood Foundation e foi criada em 1999 pela rainha Silvia, da Suécia. Por meio da parceria, as entidades desenvolvem ações socioeducativas que fortalecem e ampliam a rede de enfrentamento ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes em todo o Brasil.

No SEST SENAT, todas as iniciativas integram o projeto Proteção, um amplo trabalho que conta com acordos e parcerias junto a órgãos e empresas, capacitação de colaboradores, campanhas nacionais, produção e distribuição de materiais educativos, além da realização de palestras e rodas de conversa para sensibilizar profissionais do transporte e a comunidade.

“O SEST SENAT reconhece o trabalhador do transporte como um agente fundamental de proteção das crianças e dos adolescentes nas rodovias brasileiras. Por isso, busca a sensibilização e o engajamento desse público”, explica a diretora-executiva nacional da instituição, Nicole Goulart.

O trabalho, além disso, não se restringe à data de 18 de maio: o Proteção está permanentemente presente nas ações e nos atendimentos promovidos pelas unidades operacionais. Dessa forma, o SEST SENAT amplia a capilaridade da iniciativa e leva a conscientização a um número cada vez maior de pessoas.

Em 2019, mais de 94 mil sensibilizações foram realizadas por meio do Proteção. O resultado contempla palestras, rodas de conversa e abordagens promovidas em ações diversas do SEST SENAT. Para 2020, a meta é ampliar esse resultado.


Rede de unidades protetoras será ampliada

Para elevar a efetividade do projeto, o SEST SENAT formou uma rede de unidades protetoras. São 30 unidades operacionais que vêm sendo preparadas para integrar ações junto ao poder público local e órgãos de defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes e dialogar com o setor privado.

Elas foram definidas a partir de um mapeamento feito pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) e pela Childhood Brasil que identificou pontos, nas rodovias brasileiras, com maior vulnerabilidade à ocorrência desse tipo de violência.

Em 2020, mais 15 unidades operacionais serão nomeadas como unidades protetoras e passarão a integrar essa rede.


Bate-papo online

O SEST SENAT realiza, nesta segunda-feira (18), às 16h, um bate-papo online sobre o tema. Participam da conversa o diretor-adjunto da instituição, Vinícius Ladeira, e a gerente de Programas e Relações Empresariais da Childhood Brasil, Eva Dengler. A mediação será feita pelo jornalista Pedro Trucão. A transmissão da live pode ser acompanhada ao vivo pelo canal do SEST SENAT no YouTube.


Entenda

O que é abuso sexual de crianças e adolescentes?

O abuso pode se expressar de diversas maneiras, culminando em uma situação na qual uma criança ou um adolescente é invadido em sua sexualidade e usado para gratificação sexual de um adulto ou mesmo de um adolescente mais velho. Pode ocorrer dentro e fora do núcleo familiar.

O que é exploração sexual de crianças e adolescentes?

É caracterizada pela relação sexual de uma criança ou um adolescente com adultos, mediada pelo pagamento em dinheiro ou para obtenção de outros favores variados.

Por que 18 de maio?

A data de 18 de maio foi instituída como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes pela lei n.º 9.970/00. Ela marca a luta pelos direitos de crianças e adolescentes em todo o território brasileiro.

O dia faz alusão a um crime cometido em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), que ficou conhecido como Caso Araceli. Araceli era uma menina de apenas oito anos de idade que sofreu rapto e abuso sexual e foi assassinada.

A proposta é sensibilizar, informar e engajar toda a sociedade nessa luta, pois é preciso garantir a toda criança e adolescente o direito ao seu desenvolvimento de forma segura e protegida, livre do abuso e da exploração sexual.

CNT - Confederação Nacional do Transporte

SAUS Q.1 - Bloco J - Entradas 10 e 20
Ed. Clésio Andrade - CEP: 70070-944 - Brasília - DF
Fale Conosco: (61) 2196 5700

© 2019 - Confederação Nacional do Transporte