Segundo a mais recente Pesquisa CNT de Opinião, divulgada nesta segunda-feira (26), em parceria com o Instituto MDA, 88,0% dos entrevistados consideram que a economia brasileira ainda está atravessando uma crise. Desse total, 54,0% acreditam que a situação econômica só vai melhorar a partir de 2020, e 33,0% acham que não haverá melhora alguma desse quadro.

Em relação à geração de emprego no país, 49,3% das pessoas se mostraram mais otimistas na comparação com a expectativa do ano passado. Em contrapartida, a maior parte (34,2%) dos entrevistados acredita que a melhora, nessa área, está acontecendo em ritmo lento. Para 25,7%, a oferta de empregos está igual, nem melhorando nem piorando; e 21,5% consideram que está piorando.

Próximos seis meses

As expectativas para os próximos seis meses se mostram positivas, porém com piora em relação aos resultados da última pesquisa (fevereiro de 2019). Os que acreditam que a situação vai melhorar são: 37,8% para segurança, 36,6% para emprego, 31,3% para saúde, 30,8% para educação e 28,3% para renda mensal. Saúde, educação e geração de empregos são os maiores desafios para o governo de Jair Bolsonaro.

Veja também

Governo destaca-se no combate à corrução e na segurança, mas tem dificuldades na saúde e no meio ambiente


CNT - Confederação Nacional do Transporte

SAUS Q.1 - Bloco J - Entradas 10 e 20
Ed. Clésio Andrade - CEP: 70070-944 - Brasília - DF
Fale Conosco: (61) 2196 5700

©2021 - Confederação Nacional do Transporte