O Congresso Nacional aprovou, nesta semana, o Orçamento da União para 2020, e o texto prevê R$ 7,77 bilhões em investimentos a serem realizados pelo Ministério da Infraestrutura. O montante é 8,6% maior do que o autorizado para 2019 – que foi de R$ 7,15 bilhões –, e 46,8% maior do que o originalmente previsto para investimentos da pasta no Ploa (Projeto de Lei Orçamentária Anual) 2020 – de R$ 5,29 bilhões.  

Para a União, como um todo, o Orçamento de 2020 prevê R$ 40,54 bilhões em investimentos, valor 5,0% maior do que o executado neste ano até momento (R$ 38,59 bilhões). Esse montante também é 80,5% maior do que o estabelecido no Ploa 2020, que era de R$ 22,46 bilhões.

Diante desse cenário, a CNT avalia que a pasta da Infraestrutura tem notícias boas e ruins em relação aos seus investimentos. “O aspecto ruim é que o volume de recursos disponíveis para investimentos federais ainda é baixo, à luz dos valores observados na série histórica e dos aportes necessários para o desenvolvimento nacional. O aspecto positivo é que o cenário de 2020 não será tão dramático quanto o inicialmente determinado no documento do PLOA 2020.”



CNT - Confederação Nacional do Transporte

SAUS Q.1 - Bloco J - Entradas 10 e 20
Ed. Clésio Andrade - CEP: 70070-944 - Brasília - DF
Fale Conosco: (61) 2196 5700

© 2019 - Confederação Nacional do Transporte