A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestes) e a empresa Rumo assinaram, nesta quarta-feira (27), um novo contrato de concessão da Malha Paulista. Desse modo, antecipou-se a renovação, que ocorreria em 2028. O negócio foi acertado mediante o compromisso da concessionária em realizar investimentos na ordem de R$ 6 bilhões, que envolvem não apenas obras mas também a aquisição de trilhos, vagões e locomotivas. A expectativa é que a ferrovia tenha sua capacidade de transporte de cargas aumentada dos atuais 35 para 75 milhões de toneladas.

A assinatura foi comemorada pelo Ministério da Infraestrutura. “A vantajosidade da renovação antecipada ficou demonstrada e atestada pelo TCU ao longo desses anos de tramitação do processo, o que revela que a infraestrutura tem sido encarada como uma questão de Estado: governo, TCU e demais instituições trabalhando juntos para destravar a logística de transportes do país”, afirmou o ministro Tarcísio Gomes de Freitas.

O sistema concedido tem 1.989 km de extensão e conecta Santa Fé do Sul (SP) ao Porto de Santos. Por seus trilhos, são movimentadas cargas de milho, soja, açúcar, farelo de soja, álcool, derivados de petróleo e contêineres.

CNT - Confederação Nacional do Transporte

SAUS Q.1 - Bloco J - Entradas 10 e 20
Ed. Clésio Andrade - CEP: 70070-944 - Brasília - DF
Fale Conosco: (61) 2196 5700

© 2019 - Confederação Nacional do Transporte