Notícias

04/02/2019
Falecimento de José Fioravanti

Presidente da CNT expressa pesar pelo falecimento de José Fioravanti, defensor do transporte brasileiro

Foto: Imprensa CNT


O presidente da CNT (Confederação Nacional do Transporte), Clésio Andrade, expressa enorme pesar pelo falecimento do empresário José Fioravanti, ocorrido nesta segunda-feira (4): “Hoje, perdemos um grande companheiro que, com sua capacidade de diálogo e de articulação, muito contribuiu na construção do SEST SENAT e no fortalecimento da CNT.  Em meu nome e em nome de todos os transportadores que, ao longo das últimas décadas, estiveram ao lado de José Fioravanti, envio nossas condolências à família e aos amigos nesse momento de dor”.

Fioravanti foi vice-presidente da CNT e presidente da seção dos Transportadores Autônomos de Passageiros e de Cargas da Confederação. Presidiu a Fetacesp (Federação dos Taxistas Autônomos do Estado de São Paulo) e foi diretor e delegado sindical da Fencavir (Federação Nacional dos Taxistas e Transportadores Autônomos de Passageiros).

Nascido em Presidente Prudente (SP) em 27 de dezembro de 1933, Fioravanti dedicou a vida ao transporte. Foi fundador, presidente e membro atuante em diversas entidades do setor e, assim, participou ativamente de relevantes conquistas, tais como a criação do SEST (Servico Social do Transporte) e do SENAT (Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte) e o fortalecimento da CNT. 

Como representante dos transportadores autônomos, atuou para a obtenção da isenção de IPI e ICMS para veículos novos e isenção de IPVA para os taxistas.
 
Em 2018, ele foi agraciado com a Medalha JK – Mérito do Transporte Brasileiro, no grau Grã-Cruz, entregue pela CNT como reconhecimento por sua inestimável contribuição para o transporte brasileiro.







Agência CNT de Notícias