21/03/2011 | Transporte de cargas

ANTT modifica regra de sinalização para produto perigoso

Cargas que ocasionam danos ao meio ambiente podem apresentar placas de tamanho variado, desde que não seja menor que o padrão estabelecido pela agência.

ANTT Placas de transporte de produtos perigosos Placas de transporte de produtos perigosos

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou nesta segunda-feira (21), no Diário Oficial da União, resolução que facilita a sinalização de veículos de transporte de produtos perigosos. A nova regra modifica as Instruções Complementares, que começaram a valer neste mês.

De acordo com as novas regras, os transportadores de substâncias perigosas para o meio ambiente têm maior liberdade de escolher o tamanho da aplicação da sinalização, que exibe imagem de peixe e árvore em preto sobre fundo branco ou cor contrastante (foto à direita). A placa deve se adequar ao limite mínimo de 10cm x 10cm para volumes e 25cm x 25cm para unidades de transporte.

As Instruções Complementares ao Regulamento do Transporte Terrestre de Produtos Perigosos foram estabelecidas pela resolução 3.632/11, em 9 de fevereiro deste ano, modificando as regras vigentes desde 2004 e que não se adequavam à logística atual de tais cargas.

Confira a resolução completa no site da ANTT.

Agência CNT de Notícias

 

Comentar esta reportagem

Os textos veiculados pela Agência CNT de Notícias podem ser reproduzidos desde que a fonte seja citada. O conteúdo está licenciado sob a CC-by-sa-2.5, exceto quando especificado em contrário e nos conteúdos replicados de outras fontes. 

Publicação da Confederação Nacional do Transporte (CNT), instituição presidida pelo senador Clésio Andrade (PMDB/MG).